Você já ouviu falar em persona? Quer saber o que significa? Pense no cliente ideal para a sua empresa, como ele seria, como se comporta, onde mora, trabalha com o que, quais são suas motivações e objetivos, que soluções ele busca, qual é a história desse cliente? Ao levantar essas informações, você está criando a persona que vai conduzir as decisões de marketing para o seu negócio.

Mas isso não seria público-alvo?

Existe uma diferença entre persona e público-alvo. Já que o último é mais geral, referindo-se ao perfil-base para quem você vende seus produtos ou serviços. Enquanto que a persona é bem mais detalhada, humanizada e específica.

Quanto mais informações eu levanto sobre a persona, mais eu consigo produzir conteúdo em minhas redes sociais que conecta com o cliente, o que ajuda na conversão de minhas campanhas, trazendo os resultados esperados.

Por que criar uma persona?

Se você quer traçar um perfil de seu cliente ideal e falar realmente a língua que ele entende, a persona é essencial.

Com a criação da persona ou das personas para o seu negócio, você poderá determinar o tipo de conteúdo matador, como costumamos destacar no marketing.

Para alcançar o público que você pretende trazer como cliente, é preciso detalhes desse conteúdo, como: tipo, formato, linguagem, imagens etc. A partir daí a sua estratégia de marketing ficará muito mais clara e focada.
Pense sempre em sua persona no momento da produção de seus conteúdos. O que ela busca? Onde? Como? E por que?

A persona

O primeiro passo para definir a persona é conhecer bem a sua base de clientes e fazer pesquisas de comportamento para entendê-los ainda mais.
Responda as seguintes perguntas:

  • Quem é o seu potencial cliente, física e psicologicamente?
  • Que temas ele busca?
  • O que ele faz em seu tempo livre e profissionalmente?
  • Qual é a sua formação?
  • Que desafios ele enfrenta e quer superar?
  • Ele busca informações em quais canais?
  • Se você vende para outras empresas, o que elas esperam de soluções e com quem você negocia?
  • Sua persona toma as próprias decisões ou é influenciada por outras pessoas?

Como levantar as informações?

Nada melhor do que entrevistar seus clientes ou encontrar em suas redes pessoas que possam responder a uma pesquisa. Opte por aqueles clientes mais participativos, seja para elogiar ou para reclamar. Bem como os usuários de suas redes sociais que mais interagem em suas postagens. A opinião deles vale ouro!

Deixe as pessoas à vontade para contarem suas histórias, darem opinião e debaterem sobre assuntos diversos. Esse material bruto pode render muito conteúdo no futuro.

A pesquisa tem que ser voluntária e nunca respondida por imposição. Aproxime-se do seu potencial cliente com uma conversa interessante. E lembre-se de agradecer pela participação.

Chegou a hora de criar a sua persona!

Agora que você tem as informações na mão, crie a sua persona em detalhes, dê até um nome a ela!

Exemplo da persona de uma escola de games:

  • Pedro
  • 17 anos
  • Mora em um apartamento na Zona Sul de São Paulo – SP
  • Estudante do último ano do Ensino Médio
  • Hábitos: Acorda cedo para ir à escola, almoça, cochila à tarde, acorda para estudar e fazer as tarefas no final da tarde, conversa com os amigos por aplicativo de mensagens, participa de jogos online até a madrugada. Dorme muito tarde, come pouco, prefere lanches (pede por aplicativo pelo menos duas vezes por semana), não namora, sai muito pouco de casa, prefere marcar encontros na casa dos amigos para conversar e comer pizza.
  • Frustrações: gostaria de ter mais tempo para jogar online; está cansado da escola; não sabe ainda se quer fazer faculdade. Tem um relacionamento difícil com a mãe.
  • Desafios: quer ter independência, mas não tem dinheiro. Procura algo que possa fazer de casa para ganhar uma renda. Escolher o curso da faculdade.
  • Crenças: não acredita em religião, não gosta de dogmas, não gosta de participar de reuniões de família. Acredita que a vida é como é e pronto.
  • Hobbies: jogar online.
  • Estilo de vida: muito caseiro, tímido, de poucos amigos. Sai raramente. Não come saudável e tem preguiça de fazer atividades físicas.
  • Hábitos de compra: compra tudo pela internet, até roupas e comidas. Não gosta de ir a shoppings.
  • É 100% digital, não liga nem a TV. Tudo é feito pelo celular ou computador. Acessa raramente o Instagram. Vê muito YouTube e adora os aplicativos de música. Viciado em jogos virtuais.
  • Segue os jogadores que dão dicas online. Adora Memes.
  • Usa computador, celular e programas de jogos.
  • Acessa YouTube e as páginas de gamers.
  • Adora comprar games. Gasta toda a mesada com isso.

Como atrair o Pedro?

  • Posts no Instagram do universo gamer, com dicas de jogos e de programas para jogos.
  • Memes de filmes e com personagens de jogos.
  • Vídeos curtos mostrando trechos de jogos, com dicas para vencer.
  • Dica de ferramentas para auxiliar na criação de personas

Existem algumas ferramentas que podem te ajudar na criação da sua persona, como o Design Thinking, uma técnica que trabalha com pessoas-chave dentro da empresa. Elas fazem uma imersão para analisar os dados coletados e depois usam uma ferramenta chamada mapa da empatia para enxergar ainda mais profundamente as necessidades da persona. A partir daí, definem: nome, cargo, idade, formação e perfil comportamental. Passam tudo isso por uma validação e pronto, você terá sua persona!

Vamos começar!

Ficou animado para começar a trabalhar com a persona para o seu negócio? Fale com a ClickMidia, que atua há mais de 10 anos em todo o Vale do Paraíba, desenvolvendo com excelência e criatividade soluções eficientes nas áreas de Marketing Digital, Design Estratégico, Produções de Vídeo, Planejamento e Projetos Gráficos.

Garantimos o sucesso de um trabalho focado, com conteúdo e novas ideias, executado por uma equipe de perfil inovador. Para alavancar as suas estratégias de marketing digital e criar a persona para o seu negócio, entre em contato.

You have Successfully Subscribed!