O Email Marketing não morreu, e pode ser uma ótima maneira de crescer seu negócio!

Rock Content

Ao contrário do que muitos pensavam as redes sociais não deram “fim” no Email marketing. Até porque, o correio eletrônico, é a coisa mais simples e fundamental que alguém pode ter na Internet. As pessoas se sentem na obrigação de olhar o Email, esperando mensagens de diversos lugares.

As redes sociais são sim, hoje, um dos maiores meios de propagação de mensagens. Mas, eles são considerados mais informais, enquanto o Email é olhado cuidadosamente e geralmente todos os dias.

Portanto, é uma ferramenta muito poderosa quando usada adequadamente. Podendo manter o relacionamento com seus clientes e interessados no seu produto. Agora confira todas nossas dicas para seguir antes de começar o Email marketing.

 

1. Foco no assunto

2. Nunca compre listas de Email

3. Atenção nas imagens

4. Erros gramaticais

5. Escolha o remetente correto

6. Segmentando o público

7. Frequência de Emails

8. Não se torne um SPAM

Finalizando

 

1. Foco no assunto

Qual a primeira coisa que você lê antes de clicar no Email? O assunto é a primeira coisa que batemos o olho antes de clicar. E um assunto comum te chamaria atenção? Algo como “Newsletter #10”? É um assunto tão comum que as pessoas que receberem logo vão ignorar.

A dica é pensar em um assunto que atraia seu leitor a clicar imediatamente, algo que lhe traga interesse e curiosidade. Usar números e percentuais pode ajudar bastante, por exemplo: “Saiba conseguimos aumentar vendas em 10%” ou “5 dicas matadoras de Email Marketing”.

Além disso, preste atenção a quantidade de caracteres que você usa. Mais de 40 caracteres pode cortar a visualização do assunto no celular e acabar não transmitindo a mensagem escolhida.

2. Nunca compre listas de Email

Uma lista de Emails para o Email Marketing é de extrema importância. É a partir deles que você sabe quais pessoas estão interessadas em criar uma comunicação com você e receber o que você tem para dizer. Comprar uma lista pronta, significa uma lista de pessoas “desqualificadas” e com quase zero chances de retorno.

Com isso, pode ser considerado uma falta de ética e um SPAM. Os usuários acabam relacionando suas mensagens como “não autorizadas”, assim sua empresa acaba sendo mal vista e prejudicando sua reputação.

3. Atenção nas imagens

Geralmente, o recomendado para um correio eletrônico é 40% de imagem e 60% de texto. Por isso, um corpo de Email feito totalmente como uma imagem não é recomendado. Grande parte dos serviços pode bloquear essa imagem e o alcance dela não ser tão efetivo.

Assim como apenas o texto o deixa cansativo para o leitor. Então o recomendado é achar um balanço entre eles para que se torne atrativo. Lembrando que: um Email muito longo, seja com muitas imagens ou muito texto, também pode ser uma péssima opção.

4. Erros gramaticais

Quem nunca na hora de mandar um Email mais rápido não escreveu uma “palava” errada? Isso é muito comum de acontecer, mas dependendo do ramo da sua empresa pode ser um erro grave. Portanto, a atenção precisa ser redobrada. Algumas dicas são:

  • Use sempre um editor de texto para escrever e conferir se existem erros;
  • Faça com antecedência, a pressa é inimiga da perfeição;
  • Envie um Email de teste para outra pessoa da sua equipe, às vezes pode enxergar algo que você não reparou.

Quando erros assim são cometidos, não se preocupe. Os responsáveis pelo Email marketing podem mandar outra mensagem corrigindo a anterior.

5. Escolha o remetente correto

Grandes partes das empresas na hora de fazer o Email marketing escolhem o remetente padrão como[email protected]. Isso cria com o cliente um sentimento de impessoalidade, pois ele vai se sentir apenas “mais um” na sua lista.

A ideia é demonstrar que você e sua empresa prezam e se preocupam com o cliente. Por isso, coloque o nome e o Email de alguém da empresa para disparar as mensagens. Dessa forma, o cliente se sente mais confortável e melhor atendido, criando um vínculo.

Fora isso, o cliente pode mandar mensagens direto para o remetente caso surjam quaisquer dúvidas.

6. Segmentando o público

Embora você tenha a lista de Emails com o seu público-alvo, dentro do seu público existem diferentes tipos de pessoas, que se interessam por diferentes produtos da sua empresa. Fazer a segmentação correta significa ter um resultado mais assertivo. “Como assim?” Vou te explicar:

Vamos imaginar que sua empresa venda produtos alimentícios e tenha uma linha zero lactose. Uma pessoa com restrição à lactose quer receber os Emails da sua empresa para saber de promoções. Só que a sua empresa não fez a segmentação correta e ao invés dos produtos desejados pela cliente, ela recebe informações sobre queijos do mundo.

Dessa forma, a cliente não vai querer receber mais informações, podendo até mesmo deixar de consumir seus produtos. Por isso, a segmentação é altamente recomendada.

7. Frequência de Emails

É preciso descobrir qual a frequência que seus clientes gostariam de receber suas notificações. Muitos Emails de uma vez causam incômodo e descadastramento dos Leads. E poucas mensagens, causam o contrário, as pessoas podem esquecer do seu negócio.

Portanto, é preciso achar um meio-termo para que os clientes continuem interessados e não se enjoem das mensagens.

8. Não se torne um SPAM

Como dito antes, não segmentar o público e não analisar a frequência dos Emails pode se tornar um pesadelo. Seus Emails se tornarão SPAM ao invés de vantagem para o consumidor.

O SPAM é todo Email indesejado que é recebido, ou seja, mensagens fora do que os clientes queriam. Emails fora da segmentação e principalmente, aqueles que enchem a caixa de entrada são os primeiros a irem para o SPAM. E quando é colocado como SPAM, essa marcação prejudica as taxas de entregas futuras.

É necessário fazer a segmentação do seu público e analisar a frequência dos Emails.

Finalizando

O Email Marketing é uma ferramenta que possui diversas funções e múltiplas vantagens. Para seus clientes e Leads, é uma ótima maneira de receber notícias personalizadas e se comunicar com você. Porém, uma estratégia falha causa o contrário. Seus Emails podem ser mandados para SPAM, afetando as próximas mensagens e principalmente a integridade da sua empresa.

Por isso, a segmentação, a frequência e todas as dicas que passamos para você devem ser seguidas para que possa aproveitar ao máximo essa ferramenta.

 

E, aí o que achou do texto? Comente sua opinião aqui embaixo, vamos adorar te responder!

Quer saber mais sobre Email Marketing? Entre em contato com a gente

(12) 3209-8682

[email protected]